Convite para o Debate “Escola sem Partido: refletindo sobre a liberdade nas práticas educativas”

Mais uma iniciativa de fomento a um debate crítico sobre o ESP e seu discurso, dessa vez como atividade de greve organizada pela Faculdade de Educação, o Instituto de Psicologia e o  Departamento de História da UERJ, junto de alunas e alunos dos Cursos de Pedagogia e História.

O evento “pretende discutir as concepções de ensino e aprendizagem, educação, política e sociedade que pautam o Projeto Escola sem Partido, que tramita atualmente em diferentes esferas no Rio de Janeiro. O debate é urgente diante de uma proposta que pode acarretar o controle da liberdade do/a professor/a, além da redução do ato de educar à instrução. Estão convidados/as políticos/as, alunos/as, movimentos sociais e pesquisadores/as para discutir o tema. Debateremos os impactos do projeto em práticas educativas centradas nas questões de gênero, diversidade cultural, direitos humanos e cidadania, dentre outras que almejam a construção de uma escola pública dialógica, laica e plural.”

Como convidado especial, o Professor Fernando Penna, da faculdade de Educação da UFF e membro do MLE, também marcará presença no debate.

O evento está agendado para o dia 30 de Março, quarta-feira, às 18:30, no campus UERJ-Maracanã. Mais informações podem ser encontradas no página do evento no facebook.

Anúncios

Convite: Escola sem partido?

Galera, temos mais um evento interessante no horizonte!

Na próxima quinta-feira, dia 17 às 18h, vai rolar um debate com o professor Fernando Penna (PPGHS-UERJ/UFF) cujo título é “Escola sem partido?“, sobre os projetos de lei que ameaçam a autonomia docente e a criminalizam. Vai ser lá na Faculdade de Formação de Professores, UERJ de São Gonçalo. O convite é feito pelo Programa de Pós-Graduação em História Social e pelo ProfHistoria.

Nós do MLE estaremos por lá marcando presença! 🙂

debate esp

P.S.: Sejamos solidários: a organização do evento pede que os ouvintes levem 1kg de alimento não perecível para cestas destinadas aos funcionários terceirizados. 🙂

Convite: Projetos de lei conservadores e criminalização da docência

Esse é o título da roda de conversa que vai rolar lá na UFF, terça-feira dia 8 de setembro, às 10h da manhã. A atividade é de greve, pra manter-nos todos mobilizados (as) na defesa da educação pública seja dos cortes no nosso orçamento, seja dessa onda de projetos de leis conservadores e que criminalizam professores e professoras. Como sempre, nós aqui do MLE estaremos lá. Até terça!

debate na FEUFF

Mov. Liberdade Para Ensinar no próximo encontro do PIBID HISTÓRIA UFF

A próxima semana está cheia de eventos! Além do debate no COLUNI, na quarta-feira estaremos no encontro do pessoal do PIBID História da UFF conversando sobre o pacote ESP. Várias opções para quem quer ouvir falar disso tudo pessoalmente! As informações do encontro seguem abaixo conforme divulgadas pela professora Juniele Rabêlo:


Dedicaremos o próximo encontro do PIBID HISTÓRIA UFF ao tema — “A luta contra estratégias de controle do trabalho docente: a proposta do Escola sem Partido”—.
A reunião ocorrerá no dia 26/08/2015, 4ªf, às 14h, na sala 318 / D. (Campus do Gragoatá, Centro de Niterói)
—–Palestra: Prof. Fernando Penna (UFF)—–
Com: Movimento Liberdade para Ensinar – Greve na UFF

Votação do PL 867/2014 na Câmara dos Vereadores é adiada por dois meses

INFORME SOBRE A TRAMITAÇÃO DO PL 867/2014 NA CÂMARA DOS VEREADORES DO RIO

O PL 867/2014 (Escola Sem Partido), proposto pelo Vereador Carlos Bolsonaro, que seria votado esta semana pela Câmara dos Vereadores saiu da pauta da casa devido à proposta de emenda feita por vereadores da oposição.

A partir disso, cada gabinete tem duas semanas para analisar a emenda, o que significa um prazo de cerca de dois meses para que o PL volte à pauta da Câmara dos Vereadores.

Com isso ganhamos tempo para organizar melhor nossa mobilização e entrar em contato com mais instituições para barrar esse PL que limita a autonomia dos professores no processo de ensino.

A notícia é boa, mas temos que ficar atentos para não termos nenhuma surpresa com alguma manobra política!
É hora de mobilizar e alcançar o maior número de pessoas para que se juntem à nossa luta!


A quem interessar, é possível ler os pareceres dados ao PL pelas comissões e todo o seu andamento clicando aqui. Nós do Movimento Liberdade Para Ensinar manteremos vigilância constante e sempre postaremos aqui no blog qualquer novo desenvolvimento no andamento do projeto dentro da Câmara.

Além disto, continuaremos participando de vários eventos nos próximos dias discutindo o tema e mobilizando pessoas para a luta que se aproxima. Estaremos sempre divulgando os eventos aqui pelo blog.

Cabe agora continuarmos na divulgação nos nossos espaços: nas escolas, entre professores (as), nas universidades, associações de moradores, etc. Vale a pena também procurar um meio de contato com o (a) vereador (a) em quem você votou na última eleição e ver o que ele (a) da questão e como pretende votar.

Como sempre, fiquem ligados (as) e divulguem!